Rilhas HTML Server (www.rilhas.com)

Rilhas HTML Server (www.rilhas.com)

Rilhas Server MEO ADSL Pela Casa Toda
Rilhas HTML Server (www.rilhas.com)
MEO ADSL - Pela casa toda? Como?

Há pouco tempo aderi ao MEO. Não sou grande viciado em TV, por isso aderi ao MEO mais básico que há - o ADSL - principalmente por ser o mais baratinho deles todos.

Este tipo de instalação MEO leva TV desde a entrada da casa até ao local onde vai ficar a box, que, no meu caso, é onde está a TV da sala. Na figura seguinte o percurso do sinal MEO está representado a vermelho desde a entrada até à sala (onde está a box a vermelho também) por umas condutas que a casa tem por baixo do chão. A box liga à TV por HDMI.



Instalação do sinal MEO ADSL.


O problema está em levar o sinal MEO às outras divisões. No exemplo há mais televisões nos quartos e na cozinha, mas só têm cablagem RF coaxial a partir de um ponto único da casa, na entrada, representada a azul.


Distribuição coaxial.

A ideia é usar um aparelho como modulador, que pegue num sinal de vídeo composto + áudio (geralmente disponível nas fichas SCART ou nas RCA amarelas, brancas, e vermelhas) e produza um sinal RF modulado que possa ser distribuído por cablagem RF coaxial para as TV's (para as suas entradas RF).

Para isto decidi utilizar um vídeogravador daqueles VHS do antigamente, já que tinha aqui uns 3 ou 4 parados a fazer de pisa-papéis. O primeiro passo é, portanto, ligar a saída SCART da box à entrada SCART do vídeogravador (representado a verde).



Ligação SCART da box para o vídeo.


O vídeo tem uma saída RF e uma entrada RF. O funcionamento normal é ele pegar nos N canais de TV na sua entrada coaxial RF, e adicionar o seu próprio canal RF (geralmente o canal 38) aos N canais e colocar o resultado na saída. Por isso, a saída do vídeo terá, geralmente, N+1 canais: os N de entrada mais o canal do vídeo. É nesse canal extra que o vídeo coloca o conteúdo pretendido, quer seja o canal que está seleccionado (da lista de N canais de entrada), quer seja o sinal de vídeo da cassete que estamos a reproduzir, ou o canal de entrada SCART, por exemplo.

O conteúdo do canal extra é selecconado no próprio vídeo. No meu vídeo o canal que me interessa é o E1 que corresponde ao external 1 (se bem que cada vídeo pode ter a sua própria nomenclatura, como "decoder", "satellite", etc.).

A ideia é então que o vídeo module o canal SCART que está a receber da box para RF, para o colocar na rede de distribuição coaxial da casa. Para isso é preciso que o vídeo tenha seleccionado o canal E1 (ou equivalente) e que o cabo coaxial esteja livre (sem antenas, outros vídeos, amplificadores de sinal, etc.), pois é o vídeo que vai mandar no cabo coaxial. Se houver outro aparelho a meter lá sinais não vai resultar, porque os sinais misturam-se e depois nenhuma TV vai conseguir sintonizar o que quer que seja.

Como não tenho qualquer sinal RF para dar ao vídeo a sua entrada RF fica desligada, e por isso N=0. Logo, a saída RF do vídeo será apenas o seu canal extra, que seleccionei como E1 (para vir da box). No meu caso esse canal extra será modulado no canal RF 38, mas outros vídeos podem usar outros canais RF. É também normal o vídeo ter um parafuso atrás que serve para escolher qual o canal RF onde o canal extra é modulado (para fugir da interferência de outros equipamentos), que geralmente permite regular do 32 até ao 40, ou algo assim.

No caso de alguém querer ter os 4 canais nacionais distribuídos pela casa bastará colocar o cabo de antena na entrada RF do vídeo (não está representado na figura). Provavelmente só será viável com antenas interiores já que a antena não poderá chegar ao vídeo através do cabo coaxial distribuído pela casa.

Quem já tiver aderido à TV digital poderá, provavelmente, usar o seu modulador de sinal digital para RF em vez de um vídeogravador, mas isto se o aparelho tiver uma entrada SCART (ou equivalente em vídeo composto + áudio). Em locais onde a emissão dos 4 canais em formato analógico já tenha terminado então já não vai conseguir captar os 4 canais com uma antena interior normal analógica, nem mesmo usando um vídeogravador para receber o sinal de antena.



Entrada RF (a rosa) sem nada ligado, e saída RF (a azul) ligada ao cabo que passa por toda a casa. Poderá ser necessário um adaptador (fêmea-fêmea) porque os cabos normais estão ao contrário, ou seja, tipicamente o cabo coaxial aparece na parede como uma saída, mas para receber a saída RF do vídeo queremos que a ficha na parede seja uma entrada. O adaptador permite manter a ficha na parede como uma saída mas permitindo também ligar-lhe a saída RF do vídeo.


O sinal RF já está distribuído pela casa. Agora qualquer televisão nas outras divisões poderá ver o canal seleccionado na box bastando sintonizar o canal 38. Os comandos das TV's nos quartos não servirão para nada, já que as TV's estarão permanentemente no canal 38 e não haverá qualquer outro canal para ver (a não ser eventualmente canais ligados à entrada RF do vídeo, como por exemplo antenas interiores). No meu caso, como na realidade a distribuição é feita para 8 televisões, foi necessário ligar um amplificador de sinal (entrada recebe saída RF do vídeo, e saída liga ao cabo coaxial distribuído pela casa).



Todas as TV's conseguem ver o canal da box sintonizando-se no canal 38.


Quem tem um telemóvel Android poderá descarregar uma aplicação de telecomando por ligação de dados Wi-Fi chamada MEO Remote. Também existe uma aplicação equivalente para iPhone. Assim já posso estar na cama e escolher o canal que quero ver na box, ou escolher uma gravação, ou aceder ao videoclube.



Aplicação MEO Remote para Android.


Quem não tem um telemóvel que possa correr a aplicação terá de seleccionar o canal correcto na box ou iniciar a reprodução do filme que quer ver antes de ir para a cama! Em alternativa poderá contactar-me e se os pedidos forem muitos poderei fazer um componente electrónico que envie o sinal de infravermelhos do comando desde o quarto até à box.

E quem tem duas box's? Neste caso terá de usar 2 moduladores, conforme exemplificado na figura abaixo. Para que os dois moduladores não interfiram um com o outro poderá ser necessário afinal o tal parafuso (referido acima) para que cada modulador emita na sua própria frequência (canal RF). Se na TV os sinais das duas box's aparecerem todos "misturados" então provavelmente será mesmo necessário afinar o tal parafuso.


À esquerda detalhe com uma box, à direita com duas box's.


Nesta figura os moduladores estão representados como vídeos, e os sinais RF a azul (a entrada RF de antena continua a ser opcional, claro). Estão representadas a verde as ligações entre as box's e os moduladores, por exemplo SCART ou vídeo composto.

E quem não tem moduladores ou vídeos? Poderá comprar um modulador em muitos sítios, há-os espalhados por muitas lojas deste nosso Portugal. Eu uso um modulador igual a este.



Rilhas Home Page (webmaster@rilhas.com) running on a Raspberry Pi.
Page "meo_adsl.html", modified 3 years 9 months ago
Page issued on 2017-04-28 09:20:49.128
Powered by Rilhas Server Engine v1.9.8.4

(c) Rogerio Rilhas